Youssef diz a Eliziane que dinheiro de propina chegou ao governo do Maranhão

CURITIBA - Em depoimento prestado à CPI da Petrobras, nesta segunda-feira (11), na capital paranaense, o doleiro Alberto Youssef confirmou ter repassado propinas oriundas do esquema de precatórios à então governadora do Maranhão, Roseana Sarney. Ao responder a deputada Eliziane Gama (PPS-MA), Youssef afirmou que os recursos foram entregues ao então chefe da Casa Civil do estado, João Abreu.

“O dinheiro chegou ao Maranhão. Foram R$ 3 milhões. Deste total, cerca de R$ 1,4 milhão foram entregues por mim”, disse o depoente.

O doleiro acrescentou que a propina também foi enviada por intermédio do irmão do então ministro Mário Negromonte, Adarico Negromonte. 

O depoimento de Youssef foi o primeiro de um total de 13 que serão tomados pelos deputados até a próxima terça-feira (12).

Refinaria

Ao responder Eliziane Gama, Alberto Yousseff também revelou à CPI da Petrobras que houve pagamento de propinas a empresas e a políticos para a viabilização da construção da refinaria Premium I, que seria erguida no município maranhense de Bacabeira.

O doleiro disse que operou em negócios ilícitos com líderes do PP, PMDB e PT. No Maranhão, Youssef revelou que o primeiro vice-presidente da Câmara, deputado Waldir Maranhão (PP-MA), recebeu propinas da corrupção da Petrobras.

Outros poderes

A deputada do PPS também quis saber se, além de representantes do alto escalão do governo federal e do Congresso Nacional, havia participação, no esquema revelado pela Lava Jato, de membros de Tribunais de Contas ou do Judiciário.

Youssef respondeu que não soube nada a este respeito.

Ex-ministros

Eliziane Gama cobrou da CPI a necessidade de aprovação de requerimentos no colegiado que pedem a convocação dos ex-ministros de Lula e Dilma Antonio Palocci e José Dirceu, que teve o mandato cassado e foi condenado no processo do mensalão. Ambos estão sendo investigados no âmbito da Lava Jato.

“No último fim-de-semana, houve material farto divulgado na imprensa que complica a vida do senhor Palocci. Há aqui a necessidade de aprovar urgentemente a convocação do ex-ministro”, finalizou.

Nenhum comentário

Por favor, peço que não usem palavras chulas ou que denigram pessoas em seu(s) comentário(s). Agradeço sua compreensão.