Quem diria, a Petrobrás!

Por João Batista Azevedo (interino)

Já não é mais novidade para ninguém que o mar de corrupção que se transformou a roubalheira na Petrobrás só vem desvalorizando mais e mais a maior estatal brasileira. A cada dia chega-se a mais fundo nesse mar de corrupção que transformaram a empresa petrolífera brasileira. Consequência disso é a desvalorização diante do capital externo.

Na última sexta-feira as ações ordinárias (com direito a voto) da Petrobras fecharam em queda de 5,37%, a R$ 8,81, o menor valor desde 22 de setembro de 2004, quando os papéis terminaram o pregão cotados a R$ 8,75. Já os papéis preferenciais (com prioridade na distribuição de dividendos) terminaram o dia a R$ 7,66, em baixa de 3,8%. Segundo levantamento de analista trata-se da menor cotação de fechamento desde 24 de janeiro de 2005, quando o papel fechou a R$ 7,64.

A estatal liderou as maiores perdas do dia, após a empresa ser rebaixada pela S&P na véspera, e em meio à queda dos preços do petróleo e corte na recomendação e preço-alvo por bancos estrangeiros. Em 2015, a petroleira acumula perda de 8,1% nas ações ordinárias e de 23% nas preferenciais.

As mudanças de Dilma

A presidente Dilma Rousseff deve anunciar, na semana que vem, a reforma administrativa que pretende fazer para enxugar o número de ministérios, empresas e cargos no governo federal e, também, definir os cortes no Orçamento de 2016.

Nesse pacote de medidas que fazem parte do ajuste fiscal, o governo deve informar também que vai renegociar os contratos de prestadores de serviço de modo a reduzir o custo para os cofres públicos. Só depois de concluída essa etapa de cortes é que o governo vai apresentar propostas para aumento de receita, em busca do equilíbrio orçamentário.

Algumas mudanças previsíveis já são apontadas: união dos ministérios de Educação e Cultura em um só; fusão no Ministério dos Transportes com as secretarias de Portos e Aeroportos; fusão também de Trabalho e Previdência Social; do Gabinete de Segurança Institucional com a Secretaria de Assuntos Estratégicos.

A presidente quer preservar pastas como a Secretaria Nacional das Mulheres e Igualdade Racial, mas, depois da conclusão dos trabalhos da Comissão da Verdade, poderá juntar Justiça com Direitos Humanos na mesma pasta. Junto com a fusão de ministérios, o governo pretende, também extinguir empresas ou fundi-las. Seria o caso, por exemplo, da DataPrev com o Serpro ou da ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial) com a Apex (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), já que ambas tratam de comércio exterior.

Enquanto isso por aqui...

A situação não é das melhores também para os governos dos Estados, muito menos para os municípios que já costumeiramente, costumam andar de pires na mão. Neste particular, são poucos os gestores dos municípios do Maranhão que fazem uma administração condizente com a Lei de Responsabilidade Fiscal. A falta de planejamento é um dos grandes males das administrações públicas, que só fazem crescer a dívida interna. Um exemplo disso é o que vive no momento o estado do Rio Grande do Sul que está tendo que parcelar salários dos servidores. Esperamos que essa seja uma situação que não seja espelho para nenhum outro estado.

Nas manhãs de setembro...

Chegou setembro e já vamos nos encaminhando para o fim do ano. De concreto já estamos indo para concluir o primeiro ano do governo Flávio Dino e até agora muito blablablá. Muito pouco para quem encampou um discurso de mudança, que encheu de esperanças toda uma população. Já é tempo de se ver alguma coisa.

Ainda desconfiada, a população espera pelo cumprimento das promessas de palanque e, que não vire só mais uma brisa a se perder nas manhãs dos setembros, dos outubros, dos novembros, etc...

Fórum da Baixada Maranhense

E continuam as ações desenvolvidas pelo Fórum em Defesa da Baixada Maranhense. Após a assembleia que definiu as câmaras técnicas, estas, uma vez constituídas, começaram a traçar planos de ação de suas competências. Já bem avançada em suas proposições a câmara da saúde, que tem em seus quadros, o Dr. Natalino Salgado, o Dr. Antônio Gaspar, o Dr. Nonato Cutrim e outros companheiros ligados ao assunto, se mostra ansiosa com as propostas de ações que venham a melhorar a saúde dos baixadeiros. Uma nova assembleia do Fórum está sendo convocada através de edital para o próximo dia 19 do correte mês. É o momento de todos os baixadeiros de boa intensão, unirem esforços para alavancarem as potencialidades da região.
A todos parabéns!

Nota de pesar...

Faleceu na última quarta-feira, em Olinda dos Aranhas, São João Batista, o fotógrafo Francisco Murário Araújo, irmão do jornalista e titular desta coluna Jersan Araújo. Murário que era o mais velho dos irmãos, trabalhou para os principais jornais da capital quando do exercício da profissão de fotógrafo. Ele que era portador do mal de Parkinson, vivia com familiares em Olinda dos Aranhas. O corpo fora sepultado na última quinta-feira lá mesmo na localidade. Ao amigo Jersan Araújo e demais membros da família as nossas sinceras condolências!

Nenhum comentário

Por favor, peço que não usem palavras chulas ou que denigram pessoas em seu(s) comentário(s). Agradeço sua compreensão.