A república em balanço

Por João Batista Azevedo ( Interino)

Mais de cem deputados, senadores e ministros foram citados durante negociações preliminares de acordos de delação premiada firmados com executivos da Odebrecht. Entre os nomes apontados como beneficiários diretos de desvios de dinheiro público ou de outras vantagens, como doações de campanha, estão pelo menos dez governadores e ex-governadores. Segundo o jornal O Globo, entre eles estão o peemedebista Luiz Fernando Pezão (governador do Rio de Janeiro), o tucano Geraldo Alckmin (governador de São Paulo) e o petista Fernando Pimentel (governador de Minas Gerais).

Detalhes sobre as circunstâncias em que os nomes dos três aparecem ainda são desconhecidos. O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB) também aparece na relação de políticos mencionados.  O peemedebista já foi citado por outros delatores do esquema de desvio de recursos da Petrobrás, como o ex-diretor Paulo Roberto Costa.
As negociações de acordo de delação premiada com a maior empreiteira do país têm avançado nos últimos meses. Na atual etapa, os investigadores conversam diretamente com os réus – e não mais com seus advogados – para saber exatamente o que eles têm a dizer.
Os acordos de delação de Marcelo Odebrecht e de outros diretores da empresa são os mais temidos desde o início da Operação Lava-Jato, há dois anos. Estas delações devem balançar ainda mais as já carcomidas estruturas da república brasileira. São inúmeros os políticos que já puseram suas barbas de molho.

Será que os nossos, daqui, aparecerão? Vamos ficar de olho!

Sem reajuste
Os professores da rede estadual de ensino estarão de volta das férias nesta segunda feira, amanhã, dia 1º de agosto, e ao que tudo indica sem nenhuma resposta quanto ao reajuste salarial esperado e autorizado elo MEC, desde o início do ano, com um percentual de 11,63%. O que mais causa insatisfação na classe de docentes é que  o sindicato que representa a classe, o Simpoessema, nada faz, nada diz sobre a situação. Já na rede municipal, após uma greve sem muita razão de ter ocorrido, foi assegurado um reajuste da ordem de 10,54%, dividido em duas parcelas. No retorno, a retomada do calendário escolar e a reposição dos dias parados. Antes pouco do que nada.

E os vices...?
Até quando fechávamos esta coluna não se tinha com exatidão quem seriam os vices dos candidatos a prefeito de São Luís, que realizam convenções neste fim de semana e por toda a semana, até o prazo final, 05 de agosto. Especula-se, nos últimos dias, que para a chapa de Edivaldo Holanda Júnior, que concorre à reeleição, o jovem vereador Roberto Rocha Júnior, seria o indicado. Para a candidata do PPS, a Dep. Eliziane Gama, que fará convenção no dia 05, sexta-feira, as negociações ainda estão em andamento. Os demais candidatos seguem o mesmo ritmo. Estaria difícil achar um bom companheiro de chapa? Certamente! Em tempos de baixa credibilidade da classe política, todo cuidado é pouco. O vice tem que ser alguém que agregue votos, capacidade e acima de tudo, que seja de confiança.

Dos novos vereadores...
Muito se fala que a renovação na Câmara Municipal para as eleições deste ano, chegará a casa dos cinquenta por cento. Talvez mais que isso. Muitos candidatos novos estão na luta por uma cadeira no parlamento municipal, embalados por este vento de mudança e renovação. Um candidato que tem fácil penetração nas camadas populares e boa desenvoltura é Gilvan Sá. Empresário do ramo de comércio e distribuição de gêneros alimentícios, atua também como fornecedor junto às escolas estaduais, municipais e comunitárias. Gilvan Sá que é natural de Sucupira do Riachão, é acima de tudo um lutador. Sem dúvida é também uma boa opção à Câmara Municipal.

Em São João Batista (I)
Aconteceu ontem a convenção do PSDB que homologou a candidatura do Dr. João Dominice à prefeito de São João Batista. Numa composição com o PTB, e PTdoB, o candidato pretende chegar à vitória, uma vez que os índices das várias pesquisas já realizadas, o apontam na frente dos demais candidatos. Compõe a chapa como vice, a Assistente Social Mayara Pinheiro (PTdoB). Dr. João Dominice, que sempre atuou nos bastidores da política, resolveu enfrentar as urnas desta vez. Na convenção estiveram presentes o ex-deputado Marcelo Tavares e o Dep. Federal Jóse Reinaldo Tavares.

Vale ressaltar também que as últimas movimentações de lideranças políticas, tem equilibrado a disputa. Os dois outros grupos, o do ex-prefeito Zequinha Soares, que tem como candidata, sua esposa, Surama Soares, e o grupo do prefeito Amarildo Pinheiro, adiaram suas convenções para o prazo final, ou seja dia 05 de agosto, sexta-feira próxima, exatamente por conta das alianças que estão em trâmite.

Em São João Batista (II)
O partido do governador PCdoB poderá ter candidatura própria a prefeito em São João Batista. É o que se observa depois da movimentação política das últimas semanas. Dois nomes surgem como prováveis candidatos: o vereador Luiz Everton e o Engº Civil Rico Pinheiro. A possibilidade de uma candidatura própria depende ainda de acertos e entendimentos com membros do grupo político que ambos pertencem, que é o mesmo grupo do atual prefeito Amarildo Pinheiro. A convenção do PCdoB está marcada para o próximo dia 05 de agosto, sexta-feira.

Outros grupos menores também buscam entendimentos no sentido de comporem alianças satisfatórias. O imprevisível sempre fez parte do tempero da política joanina. Estes dias da reta final para as convenções partidárias serão decisivos. É esperar pra ver!

Nenhum comentário

Por favor, peço que não usem palavras chulas ou que denigram pessoas em seu(s) comentário(s). Agradeço sua compreensão.