CONTRASTES E IMPUNIDADE NO MARANHÃO

A propaganda oficial do Governo mostra que o governador Flávio Dino (PCdoB), interessado em melhorar a qualidade do ensino público no Estado, vem fazendo um incremento da ordem de R$ 500 mil/mês nesse setor. Essa iniciativa salutar do governador contrasta com a realidade de alguns municípios maranhenses, onde prefeitos e vereadores metem a “mão grande” no dinheiro do FUNDEB, da Merenda Escolar, da Bolsa Escola, prejudicando [com essa atitude perversa] o desenvolvimento da educação das crianças e jovens matriculados em escolas públicas.

O mais recente escândalo nessa área ocorreu no município de São João Batista com a descoberta de uma “folha fantasma” que pagava com a verba do FUNDEB salários ao prefeito e parentes de vereadores do seu grupo político, cujos valores recebidos por essas pessoas seriam devolvidos em parte aos “ilustres” representantes do povo, candidatos à reeleição ou a outros cargos eletivos.

A denúncia foi feita, a investigação, idem e a constatação também. Foram recolhidos pelas autoridades documentos e depoimentos, mas até o momento não é do conhecimento público qualquer providência eficaz sobre o andamento do processo. Na cidade de São João Batista, o comentário predominante é que o candidato indicado pelo prefeito que desistiu de concorrer à reeleição, que é do PCdoB, conseguiu “abafar” o caso o que não deixa de inquietar a população e criar a sensação de impunidade e estímulo à corrupção no Maranhão.

A sociedade reconhece a boa intenção e a seriedade do governador Flávio Dino no trato e na aplicação correta do dinheiro público, mas isso não o isenta de culpabilidade por erros praticados por correligionários que, no afã de se manter ou de conquistar o poder, metem os pés pelas mãos comprometendo a boa imagem do governo.
É preciso apurar as denúncias e, uma vez constatada a irregularidade, punir os culpados sejam eles correligionários ou adversários políticos, principalmente quando se trata de desvio do dinheiro da educação, setor que não consegue atingir o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) de acordo com a meta estabelecida pelo Ministério da Educação.   
Torna-se cada vez mais necessária a ação mais enérgica e célere dos órgãos fiscalizadores. No caso específico de São João Batista, já passou do tempo da Promotoria se posicionar a respeito desse episódio que revoltou as classes dos professores, dos estudantes e a sociedade como um todo.

DEPOIS DE SÁLVIO, O JERRY
Depois do pai do governador Flávio Dino, o advogado e ex-deputado Sálvio Dino, ir a São João Batista tentar melhorar o desempenho do candidato Luís Everton à prefeitura daquele município, na sexta-feira (9) foi à vez do supersecretário Marcio Jerry (presidente estadual do PCdoB) ir à Baixada Maranhense e participar de encontros políticos em alguns municípios da região, incluindo São João Batista, onde participou de carreata e expôs o apoio ao candidato do seu partido.   

EDVALDO ADMITE
Depois de colocar na propaganda eleitoral como feita a construção das vias “interbairros”, o prefeito Edvaldo Holanda agora inseriu a “parceria com o Governo do Estado” para que fosse possível a viabilidade dessas obras importantes para a vida dos motoristas. A idéia inicial era mostrar-se como pai e executor dos serviços. A população reconhece o esforço de Edvaldo, mas sabe que na verdade o grande prefeito de São Luís é o governador Flávio Dino. Sem o apoio do governo estadual Holandinha estaria “frito”.

DOMINICI NO ANJO DA GAURDA
O candidato a prefeito de São João Batista, engenheiro João Dominici (PSDB), participará, juntamente com a sua companheira de chapa Mayara Araújo, candidatos a vereador e lideranças que o apoiam, de reunião com a colônia de São João Batista da área Itaqui-Bacanga, no próximo sábado (17). O encontro está sendo organizado pelo líder Cesar Campos, ou Cesar de Milton como é mais conhecido. O local escolhido para o evento é o Parque Buriti que fica localizado entre os bairros Anjo da Guarda e Vila Mauro Fecury.
Na oportunidade Dominici fará uma explanação do seu plano de governo ao povo joanino que reside em São Luís e que mantém o título eleitoral em São João Batista, por questão de amor à terra natal, sem perder a esperança de um dia o município alcançar um patamar de desenvolvimento compatível com as necessidades de sua população. A organização está convidando todos os conterrâneos a participarem desse ato de relevância democrática.

LULA COM MEDO
O ex-presidente Lula da Silva morre de medo do juiz Sergio Moro. Quer porque quer tirar da alçada de Moro os inquéritos que o envolve em atos ilícitos para serem julgados pelo Supremo Tribunal Federal. Mas os recursos interpostos por ele nesse sentido foram negados STF e ele terá de enfrentar mesmo é o juiz de Curitiba.

DILMA, TAMBÉM
A ex-presidente Dilma Rousseff, agora sem foro privilegiado, poderá ter a sua vida pública investigada. E se ocorrer, segundo alguns observadores, muita coisa será encontrada contra a ex-toda poderosa que acaba de deixar consternados os funcionários do Palácio do Planalto por ter optado pela morte (sacrifício) do seu cão da raça labrador que lhe foi presenteado pelo ex-ministro José Dirceu, preso pela Lava Jato. 

A VEZ DE CUNHA

Amanhã poderá ser definida a situação do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Em sessão marcada para as 19 horas o plenário da Câmara deverá cassar o mandato do parlamentar envolvido em crimes de lavagem de dinheiro, enriquecimento ilícito e vários outros. A situação dele é crítica, mas poderá ser salvo pelo “gongo”. Em política!...

Nenhum comentário

Por favor, peço que não usem palavras chulas ou que denigram pessoas em seu(s) comentário(s). Agradeço sua compreensão.