Repórter Record desvenda mortes de bebês em maternidade do Maranhão

O programa Repórter Record Investigação exibiu, na noite de segunda-feira (27), a desumana realidade na saúde municipal de Caxias, cidade do interior do Maranhão chefiada pela oligarquia Coutinho. Intitulada de "Maternidade da Morte", a reportagem mostrou depoimentos de mães e documentos exclusivos que revelam como a administração do prefeito Leonardo Coutinho, o Léo (PSB), produziu um "matadouro" de crianças no município, que levou quase 200 bebês a morte nas primeiras horas de vida, além de outras 20 crianças que nasceram, mas ficaram cegas. 

Toda a tragédia ocorreu em menos de um ano na Maternidade Carmosina Coutinho, que leva o nome da mãe do chefe do clã e dono da unidade, o deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa, Humberto Coutinho, do PDT. 

 O Repórter Record Investigação mostrou ainda informações estarrecedoras sobre quem está por trás das mortes dos recém-nascidos, além de depoimentos fortes de quem viu e viveu um dos momentos mais especiais na vida de uma mulher, o dia em que ela se torna mãe, se transforma em dor e luto.

Nenhum comentário

Por favor, peço que não usem palavras chulas ou que denigram pessoas em seu(s) comentário(s). Agradeço sua compreensão.