O “arrocha” de Brasília

João Batista Azevedo (Interino)

A prioridade do governo Dilma, o Ministério da Educação, do lema atual do Executivo -Brasil, Pátria Educadora-, deverá sofrer um corte de R$ 9 bilhões à guisa de ajustar-se à nova política fiscal do governo, no que deve comprometer muitos programas como Pronatec, Prouni, FIES, além dos programas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). O valor corresponde a quase 13% dos R$ 69,9 bilhões de bloqueio do Orçamento da União que fora anunciado na tarde da última sexta-feira (22). Apesar do corte bilionário, a Educação será uma das três áreas que vão manter gastos acima dos patamares de 2013. Saúde, Educação e Bolsa Família devem ficar com despesas 13% superiores às daquele ano, definido pelo ministro Joaquim Levy (Fazenda) como parâmetro para a execução do Orçamento da União de 2015.

Ao todo, o orçamento da Educação é da ordem de R$ 103 bilhões, um dos mais elevados da Esplanada dos Ministérios. Segundo os analistas, o Ministério da Educação ainda ficará com um gasto de R$ 4,1 bilhões acima do mínimo constitucional.

Já a Saúde ficará com gastos R$ 13 bilhões acima do mínimo determinado pela Constituição. No Ministério do Desenvolvimento Social, o corte preserva o orçamento do Bolsa Família, de R$ 27,7 bilhões. Os cortes são uma tentativa do governo de sinalizar ao mercado que irá cumprir a meta de superávit primário de R$ 66,3 bilhões (equivalente a 1,1% do PIB).

No mesmo dia do anúncio do corte o governo editou medida provisória elevando a cobrança de tributos de bancos na busca de reforçar o caixa, num momento de queda de receitas, e para mostrar que suas medidas também atingem o “andar de cima”. Menos mal, pois os que estão no andar de baixo, já não aguentam pagar tantos impostos.

De língua afiada

Atual presidente da Transnordestina, o ex-ministro da Integração Nacional Ciro Gomes fez duras críticas à política brasileira durante uma participação em evento da revista Carta Capital, em São Paulo. "Brasília está dominada por uma coalizão de gatunos e incompetentes", disse ele ao comentar seu afastamento das disputas eleitorais.

Gomes poupou a presidente Dilma Rousseff de críticas e afirmou que a petista é "uma exceção, porque é honrada e tem espírito público". Já sobre o Congresso, afirmou que há nele "ladrões convocando CPIs e bandidos acusando gente séria de ser bandido", declaração que arrancou aplausos da plateia.

Acorda Edivaldo

Se já não for muito tarde, o Prefeito Edivaldo Holanda Júnior ao que parece acordou para o perigo iminente que lhe ronda o cargo de prefeito, o de não conseguir a reeleição. Após meses sentado em sua confortável cadeira, resolveu levantar-se e sair às ruas e visitar as comunidades em programas de “ôba-ôba”, ou ainda nas poucas obras de tapa-buracos ou recapeamento asfáltico que timidamente começam a acontecer. Doravante é preciso fazer muito mais. Na educação as escolas continuam ainda em precárias condições; a saúde, apesar do esforço da secretária Helena Duailibe, clama por socorro. A promessa de construção de um Hospital de Urgência e Emergência para São Luís continua conversa pra boi dormir, mas que deverá renascer promessa de novo na futura campanha.

A contar pela quantidade de buracos que tem as ruas de São Luis, passa a eleição, e a lenta SEMOSP não consegue recuperá-las a tempo de melhorar a imagem do prefeito.

Agora é correr contra o tempo.

Tá tudo em casa em Peri-Mirim

Esta vem do interior do estado. O município de Peri-Mirim virou notícia nos blogs (Diego Emir, Vandoval Rodrigues e Robert Lobato). Tudo por conta de um grande feito patrocinado pelo atual prefeito João Felipe (PT). Só que o “grande-feito” só foi feito para beneficiar seus parentes, amigos e correligionários políticos. O concurso recentemente realizado pelo nobre gestor traz na lista de aprovados e classificados (e bem classificados) secretários, filhas de vereadores, esposas e filhos de secretários. Uma verdadeira festa. Há relatos de que uma destas beneficiadas com cômoda aprovação, já dizia aos quatro cantos da cidade que tinha vaga garantida, muito antes de sair o resultado. Daí que diante da enorme suspeita de que o Prefeito tenha fraudado o concurso, a população de Peri-Mirim pede que o MP dê uma checada.

O ditado popular nos ensina que onde há fumaça, há fogo. E o prefeito é do PT.

Planejamento estratégico

O Fórum em defesa da Baixada Maranhense realizou ontem mais um evento de caráter interna corporis, isto é, restrita aos próprios membros do fórum. Tratou-se de uma oficina de construção planejamento estratégico que definiu os rumos que o órgão tomará daqui pra frente em defesa do território da baixada maranhense. O evento aconteceu no Hotel Brisamar, e contou com as presenças de um consultor e do superintendente do Sebrae/MA, Dr. João Martins.

Feliz Aniversário

O prefeito de São João Batista, Amarildo Pinheiro, trocou de idade na data de ontem, 23. Ele recebeu para um almoço seus amigos, lideranças comunitárias e correligionários políticos em sua residência, no povoado Guaribal, lá mesmo em São João Batista. Aos amigos daqui de São Luís, a comemoração acontecerá em data e local ainda a ser determinado. Ao amigo Amaral votos de saúde e muitas felicidades.

Jersan Araújo, o retorno

Após duas semanas em viagem aos Estados Unidos, já estará de volta na próxima semana o titular da coluna Jersan Araújo. A ele desejamos um feliz retorno à labuta jornalística.

Nenhum comentário

Por favor, peço que não usem palavras chulas ou que denigram pessoas em seu(s) comentário(s). Agradeço sua compreensão.