REGIÃO DA BAIXADA ABANDONADA

A região da Baixada Maranhense está literalmente abandonada. A maioria dos prefeitos, prestes a entregar o comando dos municípios para os eleitos em outubro deste ano, não fez quase nada em prol de suas cidades. A MA-014 principal via de acesso está cheia de buracos e, alguns trechos, onde o asfalto foi removido, naturalmente para uma nova pavimentação ser feita, ficou assim mesmo. Entre Matinha e São João Batista confere-se oito locais nessas condições representando perigo de acidentes. Em quase todo o leito existem buracos, crateras que exigem dos motoristas, habilidade para não provocarem acidentes. 
A seca destrói os campos naturais e os animais começam a morrer por falta de pasto e de água. Os diques e barragens de contenção da água salgada, obras importantes, prometidas e nunca executadas por vários governos, inclusive pelo atual, seria a solução para amenizar a miséria na região, mas, jamais saiu do papel. Faz-se festa, anúncios empolgantes, e nada de concreto, só conversa fiada. 
Como exemplo do abandono a que foram submetidos, podemos citar Viana, Matinha, São João Batista e São Vicente Férrer. Servidores com salários atrasados, ruas e avenidas cheias de buracos e lixo feiras sujas e alimentos expostos a bactérias, ameaçando a saúde da população que não conta com hospitais decentes, nem médicos e remédios suficientes ao atendimento dos pacientes. 
A MA-014 foi “remendada” pelos três últimos governos, mas em virtude do péssimo serviço das empreiteiras, apenas um inverno é suficiente para torná-la praticamente intransitável. As empresas assumem as obras e fazem o que bem entendem, sem fiscalização por parte do governo. Sem sentem à vontade e imune a qualquer penalidade pelos descasos cometidos. 
Em São João Batista, o vice - prefeito Júnior de Fabrício, no exercício do cargo de prefeito em virtude do afastamento do titular, pela Justiça informou que está se desdobrando para recolocar as coisas nos seus devidos lugares. Encontrou a prefeitura com o fornecimento de energia cortado por falta de pagamento de R$ 120.000,00 (cento e vinte mil reais), obrigando-o a pagar a metade do débito e parcelar o restante. Precatórios no valor de R$ 300 mil, também teriam sido quitados por força de determinação judicial. 
A situação financeira do município de São João Batista é caótica, mas Júnior está empenhado em organizar a administração para entregar a Prefeitura ao prefeito eleito João Dominici (PSDB) no dia 1° de janeiro, “sem grandes problemas” - como afirma. 
Em São Vicente de Férrer quase todos os meses a Justiça determina o bloqueio de verbas para pagamento dos servidores, porque de bom grado, a prefeita Maria Raimunda não paga motivando reclamações e protestos dos funcionários. Recentemente ela foi afastada do cargo, mas ganhou uma liminar e voltou às funções. 
Resta à população da Baixada Maranhense rezar para que os novos prefeitos procurem o governador Flávio Dino visando sensibilizá-lo a dar atenção especial à região no tocante à estrada e a construção dos diques e barragens tão necessárias para que se alcance o desenvolvimento e melhor condição de vida para todos.
NÃO ADIANTA EXPLICAR
O presidente Michel Temer explica e garante que os setores da Saúde e da Educação não sofrerão cortes de verbas, mas, não adianta. Os opositores do governo alheios às explicações do presidente da República como se não confiasse nas suas palavras continuam promovendo protestos, convocando a sociedade para movimentos grevistas, enquanto a matéria segue tramitando no Congresso Nacional, com grande chance de ser aprovada. Pelo menos é o que garante a base aliada formada por um grande contingente de deputados e senadores. O ministro da Fazenda afirma que sem contenção de gastos o Brasil estará literalmente falido em pouco tempo. 
E A CORRUPÇÃO?
Pois é, a cada dia surge mais gente importante envolvida com a corrupção, esta sim, responsável por toda essa situação de miséria que os brasileiros enfrentam. Dos seis bilhões de reais roubados pelos corruptos, apenas 500 milhões foram devolvidos ao tesouro nacional. O dinheiro repatriado, que estava aplicado nos paraísos fiscais deu “uma injeção” aos cofres públicos dos estados e municípios, é verdade. Mas, e os donos dessa grande fortuna não serão punidos pelo crime de evasão de recursos? Nada, ta tudo bem!...
CÂMARA NÃO PAGA
O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Astro de Ogum, declarou à imprensa durante reunião dos servidores do legislativo, que no dia 20 de novembro pagaria o 13° salário, que o dinheiro estava aplicado no banco. Os jornais e blogs publicaram a informação, mas o presidente não honrou a palavra deixando os funcionários que assumiram compromissos contando com esse dinheiro, em situação complicada. E o que é pior, não explicou a razão do recuo praticado. 
AMIGOS QUE SE FORAM
Registro, com grande pesar o falecimento de dois amigos e conterrâneos de Olinda dos Aranhas – São João Batista: os comerciantes Edson Serra há uma semana e, ontem, Jica de Zuzú, internado no Hospital Aldenora Belo também faleceu. Edson e Jica deixaram familiares e amigos consternados, pois eram pessoas muito queridas na comunidade de Olinda.    
  


Nenhum comentário

Por favor, peço que não usem palavras chulas ou que denigram pessoas em seu(s) comentário(s). Agradeço sua compreensão.