ACUSADORES E DEFENSORES

A democracia possibilita aos cidadãos os direitos de acusar e o de defender. O julgamento das ações cabe aos tribunais de primeira, segunda e terceira instâncias. Os recursos contra as decisões tomadas são direitos das partes envolvidas que podem impetrá-los em qualquer dos tribunais, de acordo com os seus interesses e/ou conveniência. A Constituição Cidadã garante essas prerrogativas aos litigantes. Não fosse isso, não existiriam processos tramitando na Justiça, há mais de 15 anos, por conta de recursos protelatórios ou não. As decisões abruptas, impensadas na maioria das vezes tomadas por impulso ou ódio, em nada contribuem com a democracia. 

As ações interpostas pelo MP ou pessoas são passivas ao julgamento da Justiça. À decisão do juiz de Primeira Entrância, por exemplo, cabe recurso aos Tribunais de Segunda Entrância e assim por diante. Ninguém pode se arvorar de dono da verdade, tomar atitudes arrogantes e impensadas, assim como nenhuma autoridade tem o direito de intervir em assuntos que são de responsabilidade exclusiva de outrem. 

No Brasil, o Ministério Público conseguiu ampliar seu espaço a partir de Constituição de 88 e alguns promotores têm “metido os pés pelas mãos” conforme avaliação dos próprios ministros do Supremo Tribunal Federal, inclusive tentando assumir funções de gestores municipais, estaduais e federais, muitas vezes para atender interesses próprios ou de pessoas politicamente a eles ligados. Da mesma forma, como aconteceu recentemente (episódio Lula) desembargador tomou atitude precipitada e comprometeu todo o Poder Judiciário, no que se refere à credibilidade junto à sociedade à qual deve satisfações dos seus atos. 

Insatisfeitos e ao se sentirem perseguidos pelos promotores das Comarcas dos seus municípios há prefeitos estudando a possibilidade de interpelar judicialmente essas autoridades que afoitamente extrapolam suas atribuições. Uma vez confirmadas essas informações, o povo brasileiro terá a oportunidade ampliada para analisar o comportamento do Ministério Público no país que parece ter virado do avesso, desde o governo Lula até o atual. Os abusos precisam ser contidos, por quem, não se sabe, pois os poderes, sem exceção, já não merecem o respeito da sociedade, faz tempo!... 

ZÉ REINALDO FORTELECIDO 

A candidatura do deputado federal Zé Reinaldo Tavares a senador da República pelo PSDB, pela credibilidade que têm no ninho tucano local e nacional é fato concreto. A possibilidade de o deputado federal Waldir Maranhão disputar a vaga na Convenção do partido minguou e se não aceitar ser vice do senador Roberto Rocha ao governo estadual, tem confidenciado a amigos que disputará mesmo a reeleição. Apesar da divulgação dos chamados “fake news” (mentiras) em alguns blogs da cidade Zé Reinaldo reafirma que não abrirá mão do seu projeto de representar o Maranhão no Senado Federal. 

PARAFUSOS DA ADUTORA 

O segundo vazamento de água constatado na Adutora do Sistema Italuís no quilômetro 51 da BR-135 ocorreu por folga dos parafusos do anel de ligação dos tubos. A população servida pelo sistema, em alguns bairros, até ontem estava sem “o precioso líquido,” como conseqüência do rompimento, desde o último dia 10 de julho. Pode? Esse problema tem se registrado com freqüência e as providências são tomadas com muita lentidão, para desespero dos consumidores. 

CASO LULA 

Muita gente “boa” como Zé Dirceu, Zé Sarney (nos bastidores) e Renan Calheiros (abertamente) defendem a liberdade do ex-presidente Lula e a sua candidatura a presidente da República. Renan que é aliado do PT em Alagoas luta pela sua reeleição ao Senado e se manifesta contra candidatura própria do MDB que tem à sua disposição o nome do ex-ministro Henrique Meirelles. Como o país esta do avesso a situação de Lula é imprevisível, mas, uma vez candidato, com certeza será eleito, acreditam seus defensores. Lembrem que Renan foi um dos responsáveis pela cassação de Dilma, logo depois teve seus interesses feridos e rompeu com o presidente Temer. Um jogador que antes de qualquer coisa defende os próprios interesses. 

A LUTA DE ROSEANA 

Os esforços da pré-candidata à sua sucessão de Flávio Dino (PCdoB), Roseana Sarney (MDB) enfrenta, no grupo, uma luta gigantesca para manter a unidade. O senador Edison Lobão, por motivos óbvios luta pela reeleição e olha atento para a ameaça que Sarney Filho representa para a sua vitória quando admite que o grupo sarneysista se eleger alguém para o Senado, será um dos dois. Desconfiado, Lobão observa que as brasas do fogareiro acendem mais vivamente para o lado de Zequinha e fica furioso. Como o noticiado, o magro poderá engordar a candidatura de Maura Jorge deixando Roseana só com o irmão. 

COPA DO MUNDO 

Acabou o sonho. A seleção brasileira de futebol já regressou ao país derrotada, assim como outras ditas favoritas como a da Alemanha, Argentina Chile e outras. Esquecida essa disputa que se encerra hoje com o jogo entre as melhores, Croácia e França, se dá início ao jogo político, que mesmo sem entusiasmo da “platéia” chama a atenção de alguns segmentos da sociedade, preocupados com o salutar exercício da cidadania e pela estabilidade da combalida democrática brasileira.

Nenhum comentário

Por favor, peço que não usem palavras chulas ou que denigram pessoas em seu(s) comentário(s). Agradeço sua compreensão.