CÂMARA EM SEGREDO: CADÊ O CNPJ?

A Câmara Municipal de São Luís está devendo a apresentação de um documento importante (CNPJ) ao banco BRADESCO para que este estabelecimento destrave as operações de crédito em favor dos servidores. O pior é o silêncio imposto pelo poder legislativo que, por natureza deveria ser transparente, com relação ao destino desse importante documento. A direção financeira da Câmara, à qual é atribuída a responsabilidade de providenciá-lo junto à Receita Federal, não fala sobre o assunto. Por que tanto ministério? O que estaria de fato acontecendo? Por que os vereadores não cobram da Mesa Diretora a necessária providência visando esclarecer esse mistério?

Tentamos, na última quinta-feira manter contato com a diretora financeira, Ana Karina e conseguimos apenas, através da sua secretária, orientação para buscarmos informação junto à Secretaria de Comunicação sobre a matéria. Acontece que a Secretaria de Comunicação da Câmara divulga os fatos políticos e não administrativos, se não são enviados aos profissionais da imprensa, as necessárias informações sobre o tema. Essa matéria em particular é de responsabilidade exclusiva da diretoria financeira que solicitou (ou não) sua liberação junto à Receita Federal e, de posse deste, encaminhá-lo ao banco ao qual a Câmara tem negócios, no caso, o Bradesco.


Para a Secretaria de Comunicação informar algum fato sobre o destino do CNPJ da Câmara é imprescindível que a Diretoria Financeira lhe encaminhe uma “Nota para Publicação” em respeito aos funcionários e à sociedade em geral. “Esclarecer é preciso”...! 

Nenhum comentário

Por favor, peço que não usem palavras chulas ou que denigram pessoas em seu(s) comentário(s). Agradeço sua compreensão.