JOGO DE INTERESSES É PREDOMINANTE NO CONGRESSO NACIONAL

Teve início às 16h30 da última sexta-feira (8), na Comissão Especial do Impeachment (Câmara Federal), a discussão do relatório apresentado pelo relator, deputado Jovair Arantes (PTB-GO). Parlamentares prol e contra o impeachment de Dilma Rousseff, devidamente inscritos levaram a discussão do tema até as 04h50min de ontem (sábado). Há ou não há crime de responsabilidade? A oposição garante que sim e os governistas afirmam que não, eis a questão. Cada um interpreta a Constituição Federal o seu modo, mas, amanhã (segunda-feira) a matéria irá à votação com amplas possibilidades de ser aprovada. 

Do debate ficou a informação de que o governo de Dilma Rousseff está na lama. Os deputados, em sua maioria, esqueceram o relatório em discussão e revelaram os malfeitos do governo, hoje rejeitado por mais de 80% dos brasileiros, números que ultrapassam em muito os 54 milhões de votos obtidos por ela na eleição de 2014, que os governistas insistem em lembrar com o intuito de mostrar a legitimidade do mandato da presidente. Tudo bem, mas, o povo não tem o direito de se arrepender? 

Quem teve a oportunidade de assistir ao debate se divertiu com o deputado e vice-líder do governo, o pernambucano Silvio Costa, contumaz puxa - saco de Dilma e Lula, com sua manifestação rica em colocações agressivas aos colegas e ao mesmo tempo capaz de fazer o mais bravo dos mortais “morrer de rir”. Ele é considerado, entre os colegas, como uma espécie rara de bobo da corte: não só agrada o rei, mas ofende os adversários. Costa nivela todos os deputados por baixo, mas, nos bastidores já admite que na Comissão Especial o impeachment deva ser aprovado.

A batalha final está reservada para o Plenário da Câmara o que deverá acontecer a partir da próxima sexta-feira (15) onde serão necessários 342 votos dos 503 que compõem o parlamento, para a matéria seguir para a apreciação de veredicto do Senado Federal. O que preocupa a sociedade são o jogo de interesses predominante no Congresso Nacional e o comprometimento da presidente, conforme as últimas denúncias, com o dinheiro de propina da Petrobrás no financiamento da sua campanha em 2014. 

BALCÃO DE NEGÓCIOS

A oposição denuncia a presidente Dilma Rousseff de transformar o Palácio do Planalto e um verdadeiro balcão de negócios: deputados afeitos a tirar proveitos pessoais nessas situações são chamados para acordos que variam entre compra do voto em dinheiro, ausência do plenário no dia da votação do impeachment a preços menores, ou emprego para cabos eleitorais ou familiares.

RENAN X CUNHA

Chama a atenção a “raiva” dos deputados governistas contra o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) a quem o consideram “o maior corrupto da história”, fato que chamou a atenção de um deputado alagoano que fez a seguinte indagação: por que demonizar o presidente da Câmara e esquecer Renan Calheiros se ambos estão no mesmo nível, e ambos respondem a processos no Supremo Tribunal Federal pela prática dos mesmos crimes? O Governo, mesmo com o pé atrás, espera que Renan (caso o processo de impeachment chegue ao Senado) use das suas conhecidas manobras para “salvar a presidente”. 

EDIVALDO NEGOCIA

O prefeito Edivaldo Holanda está ampliando o leque de partidos de apoio à sua reeleição. Substitui auxiliar por indicados dos novos aliados. O último partido a se alinhar com o prefeito foi o DEM e ganhou uma secretaria, naturalmente com outros cargos comissionados existentes na pasta. Os apoios partidários são importantes, mas resta combinar com o eleitorado que integram essas legendas. 

SEM CRÍTICAS

Os concorrentes do atual prefeito de São Luís, em que pese o estado deplorável em que se encontra a maioria dos bairros e ruas do centro da cidade, não o criticam. Falta coragem ou argumentos para mostrar aos eleitores que o prefeito não faz boa administração, apesar da propaganda veiculada nas televisões locais? Ao silenciarem os adversários do prefeito dão chance para ele se mostrar perfeito à frente da administração. 

ESPERANDO A HORA CERTA

Na opinião de um pré-candidato a prefeito, com o qual tive a oportunidade de conversar, não é chegada a hora de se manifestar sobre “a incapacidade administrativa e a falta de atitude do atual prefeito sobre os problemas que estão aí à vista de todos em São Luís.” A cidade está mergulhada em lama e buracos, mas auxiliares de Holanda garantem que quando “as chuvas cessarem as obras, nessa área serão iniciadas. 

AS ESTRADAS

O secretário de Infraestrutura do Estado disse em entrevista a uma televisão local, na semana passada que as obras de recuperação de várias rodovias estão em andamento. Sobre a MA-0014 ele garantiu que os serviços estão sendo realizados no município de São Vicente Férrer. Realmente, como foi denunciado por esta coluna, o pior trecho é exatamente entre São Vicente Férrer e São Bento, sem excluir o de São Bento a Três Maria e outros. Não tivemos informação sobre o andamento da obra anunciada pelo secretário.

Nenhum comentário

Por favor, peço que não usem palavras chulas ou que denigram pessoas em seu(s) comentário(s). Agradeço sua compreensão.